public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

ALUNOS FAZEM PROTESTO CONTRA SUPOSTO BOICOTE DA AJES EM JUÍNA

TONY

   Na noite de ontem (18) os alunos da AJES (Associação Juinense de Ensino Superior do Vale do Juruena) fizeram um panelaço em frente a instituição em protesto à supostas ações de suspensão das atividades complementares após a ocorrência de uma ação movida pela Defensoria Pública da União de Juína, que estipula a suspenção de cobrança de taxas indevidas cobradas pela instituição. A DPU também solicitou a devolução aos alunos dos valores cobrados de forma indevida nos últimos cinco anos.

O acadêmico do oitavo semestre do curso de Direito, David Natanael, disse à reportagem que a Faculdade está passando por um momento delicado tendo que se ajustar de acordo com a liminar que a proíbe de cobrar taxas de ementas, certificado de atividades complementares e outros documentos, e que a partir dessa adaptação a AJES “começou a boicotar os eventos”, cancelando vários eventos que realizava fora da instituição “tudo para que não gere mais A. C. (atividade complementar), porque agora não vai ser mais possível cobrar pelos certificados das atividades complementares”, afirmou o acadêmico.

David Natanael, informou ainda que a Faculdade “comentou que se tiver que fazer a devolução dos valores pagos pelos certificados das atividades complementares, essas horas não serão mais computadas”, impedindo colação de grau dos acadêmicos que cursam o oitavo semestre. Essa ação gerou a revolta dos alunos que se sentiram lesados perante a posição tomada pela AJES. “A Faculdade está se ajustando a liminar, mas deixando o prejuízo para os alunos. Ela está cumprindo a liminar do jeito dela, da forma que ela quer”, criticou o acadêmico.

Membros da Faculdade se reuniram com os representantes dos acadêmicos e o representante da DPU, mas de acordo com o acadêmico de Administração, Jeferson Bergamin, a situação ainda não foi totalmente solucionada, pois o Diretor Acadêmico está viajando, mas a questão da A.C.  foi colocada em pauta e confirmado que elas não foram canceladas, segundo a instituição devem ser solicitadas por requerimento, no do prazo legal de 180 dias. Os formandos terão prioridade no requerimento das atividades complementares, os outros casos serão estudados um a um.

Uma nova reunião está agendada para o próximo dia 29, onde serão colocadas em pautas todas as eventuais reclamações acadêmicas relativas as A.C.s. Assim, o acadêmico Jeferson Bergamin, pede que as manifestações sejam suspensas até a referida data, e que as aulas ocorreram dentro da normalidade.

 

  • message
    Postado por
    Metrô FM 87.9
  • today
    Data
    19/10/2018
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug