public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Indígenas não aceitam novo coordenador da Funai de Juína

Divulgação

Com a exoneração de Antônio Carlos Ferreira de Aquino do cargo de Coordenador Regional da Fundação Nacional do Índio (Juína) no dia 22 de janeiro deste ano, através do DAS 101.3, a comunidade indígena da região se manifestou contrária a nomeação de um novo coordenador e pedem a revogação do decreto.

No dia 27 de janeiro ocorreu a primeira manifestação na Funai de Juína contra a nomeação de Euclides Marques dos Santos Filho, que ocuparia a função de novo coordenador nesta quinta-feira, 27 de fevereiro, mas que foi convidado a se retirar do local pelos indígenas que mais uma vez protestaram contra a nomeação.

– Nós pedimos licença para ele retirar, por que aqui ele não tem autoridade nenhuma, somente na Funai em Brasília. As nossas lideranças mandaram vários documentos, não obtivemos nenhuma resposta positiva, o porquê da exoneração do cargo, se é indicação política ou se tem algum erro na administração, então a gente não sabe de nada, não somos obrigados a aceitar ninguém. Então nós pedimos para ele sair, ele vai manter contato com Brasília, segundo ele não tinha conhecimento do que estava se passando e ele também nunca trabalhou com índio- contou Paulo Henrique da etnia Rikbaktsa.

Estiveram presentes na manifestação desta quinta-feira vários índios das etnias Cinta Larga e Rikbaktsa, representando os demais indígenas da região, que segundo Paulo Henrique, professor da etnia, aguardam uma reunião com o presidente da Funai para decidir sobre a situação.

“Nós não aceitamos o novo coordenador indicado pela presidência da Funai sem o nosso conhecimento. Se o governo não está respeitando nós, por que nós vamos respeitar ele. Do mesmo modo que ele veio de lá sem uma consulta prévia, sem o conhecimento da comunidade e sem a justificativa da exoneração do cargo do administrador anterior. Nós não temos conhecimento de nada, ao menos que a gente tivesse uma reclamação sequer. São 22 anos de trabalho com a gente aqui na região, com 11 povos da região, e a gente não sabe de nada, por que alguém entra na nossa casa sem estar nos avisando. Não é assim, se eles não querem diálogo, nós também não queremos. “, pontuou Paulo Henrique que também reforçou que os indígenas querem nesse momento uma audiência com a presidência da Funai, que ele venha ou mande alguém com autonomia para resolver essa situação.

“Não é para consultar, nem para enrolar, por que caso contrário, não vai resolver nada, então nós não aceitamos.”, disse.

  • message
    Postado por
    Metrô FM 87.9
  • today
    Data
    28/02/2020
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug