public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

‘zogue-zogue’: Nova espécie de macaco é descoberta na região de Juína, entre MT e RO

Jna Notícias

O pesquisador Almério Câmara Gusmão, aluno de doutorado da Universidade do Estado de Mato Grosso no programa em Rede em Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal (Bionorte), é o principal autor de um artigo em que é relatada a descoberta de uma nova espécie de macaco na fronteira entre Mato Grosso e Rondônia: a Plecturocebus parecis, também conhecida regionalmente por zogue-zogue e apelidada pelos pesquisadores como zogue-zogue dos Parecis ou zogue-zogue-de-barba-branca.

  O macaco vive em parte da Chapada dos Parecis, nos estados de Mato Grosso e Rondônia, e é a única espécie que possui uma barba marcantemente esbranquiçada. Sua descoberta foi publicada em uma das mais importantes revistas internacionais, a Primate Conservation.
 
  Segundo Almério, a nova espécie foi descrita após um grande esforço de um grupo de 15 pesquisadores de nove instituições: Unemat, Universidade Federal de Rondônia, Universidade Federal do Pará, Instituto Pró-Carnívoro, Universidade Federal do Acre, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Universidade Federal de Sergipe, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, e Global Wildlife Conservation, Stony Brook University.
 
  Após a descoberta da nova espécie, os pesquisadores fizeram uma revisão da literatura cientifica histórica, e perceberam que o único breve relato sobre populações de zogue-zogue foi feita pelo naturalista Alipio de Miranda Ribeiro, da Comissão das linhas telegráficas de Rondon, publicado em seu livro em 1914.
           
  Na obra de Alipio existe um relato muito resumido de dois espécimes coletados na cabeceira do rio Ji-Paraná, que aparentemente se tratava do zogue-zogue dos Parecis. Segundo ele (1914), aqueles espécimes foram provisoriamente identificados como Plecturocebus [Callicebus] cinerascens. “Durante um século esse macaquinho ficou esquecido, quando em 2011 foi reencontrado na natureza, entre os estados de Rondônia e Mato Grosso, município de Vilhena, RO”, afirma o doutorando da Unemat.
 
  De acordo com a assessoria da universidade, ainda em 2011, pesquisas sobre o desmatamento na região do rio Comemoração resultaram na coleta de quatro espécimes, o que possibilitou análises minuciosas da anatomia e genética dos animais. Durante esse período de investigação, novos registros de P. parecis foram obtidos na região de Juína, Aripuanã, MT, e no Parque Nacional Juruena, adicionando-os ao estudo. “Ao todo foram mais de 50 variáveis investigadas. Um pouco mais que aquelas utilizadas nas ultimas descrições de novas espécies de zogue-zogue. A partir dessas investigações foi possível aceitar a nossa hipótese de espécie nova e então descrevê-la cientificamente”, esclarece o pesquisador.

  • message
    Postado por
    Metrô FM 87.9
  • today
    Data
    09/01/2020
  • folder
    Categoria
    Variedades
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug